Urbs Magna

MPF deve denunciar MICHEL TEMER

Sábado, 24 de junho de 2017

Como presidente, Temer tem a pior aprovação em 28 anos de História (7%)

83% querem ELEIÇÕES DIRETAS

A maioria dos brasileiros gostaria que o novo presidente do Brasil pudesse ser escolhido pela população, mas para isto acontecer a Constituição precisaria receber uma emenda (PEC) para um caso de vacância presidencial. Hoje, 47% do povo sente vergonha de ser brasileiro. Segundo o MPF, a PGR deverá apresentar denúncia contra Michel Temer ao STF nos próximos dias.

 

 

 

O que Temer falou com Putin?

Posted in BRASIL, MUNDO by dibarbosa on 22 de junho de 2017

Segundo site oficial do Kremlin, documentos de cooperação foram assinados entre Brasil e Rússia

Vladimir Putin e Michel Temer

O presidente russo iniciou a coletiva de imprensa: Querido presidente! Senhoras e Senhores!

Segundo o site do Kremlin. o encontro resultou em falas frutuosas com Michel Temer e com ambos os lados reafirmando compromissos com a cooperação russo-brasileira.

Vladimir Putin iniciou o encontro afirmando que “o Brasil é um dos principais parceiros da Rússia.” e que a cooperação entre nossos países é baseada na longa tradição de amizade e respeito mútuo.

Confira abaixo, em azul os trechos da fala de Putim e, em verde a fala de Temer:

VLADIMIR PUTIN: As relações diplomáticas entre a Rússia e o Brasil foram estabelecidas a quase 190 anos atrás. E foi o primeiro país da América Latina com o qual a Rússia estabeleceu relações oficiais.
Hoje, juntamente com o Presidente, analisamos detalhadamente todas as questões de interação, principalmente, é claro, sobre questões económicas.
Notamos que apesar da queda de 11% no volume de negócios no ano passado, este ano tendemos para a restauração deste volume e também para o aumento deste ritmo de forma mais firme.
Acordamos em maio deste ano, em uma reunião de nossa comissão intergovernamental, um ambicioso programa estabelecer fluxos de comerciais e diversificação da estrutura das operações de importação e exportação.
Os negócios russos em atividades no Brasil ultrapassaram o investimento de meio bilhão de dólares.
No setor da energia, eu gostaria de salientar, há projetos que foram implementados com sucesso no Brasil, como por exemplo a “Rosneft”¹, a “Gazprom”² e a “Power Machines”³.
Empresas russas de transporte também estão de prontidão para participar de um novo programa de modernização da infra-estrutura do Brasil. Nós já começamos a negociar a construção de ferrovias no Brasil, em especial a do eixo “Norte-Sul”.
Otros projetos promissores estão no setor da indústria nuclear. No início deste ano, a empresa russa “Rosatom”¹¹ ganhou a licitação para fornecimento de urânio enriquecido para usinas nucleares no Brasil. A empresa espera também ganhar a licitação para a construção de instalações de armazenamento de combustível nuclear na usina de Angra dos Reis, Rio de Janeiro.
Ainda, cooperamos estreitamente para a exploração pacífica do espaço com a “Roscosmos”¹². No Brasil, existem quatro estações terrestres do sistema de navegação global russo “GLONASS”¹³ e temos possibilidade de realizar o lançamento dos satélites brasileiros em “Baikonur”²¹.
Acreditamos que tanto a Rússia quanto o Brasil podem realizar um trabalho promissor apoiando-se os já existentes em associação com novas alianças tecnológicas, como por exemplo a “Fundação Skolkovo”²².
Vemos boas oportunidades para a expansão da cooperação cultural e humanitária. Referimo-nos às entidades educacionais dos dois países que poderão serem acessadas virtualmente a partir de Moscou ou de São Paulo.
Também, nossos dois países têm estabelecido uma produtiva troca de experiência na organização de grandes eventos desportivos.
Rússia e Brasil cooperam ativamente na esfera da política externa. Temos muitas abordagens semelhantes em relação à formação de um sistema internacional justo e democrático – um sistema que deve ser baseado no respeito ao Estado de direito e segurança primordial para todos.
Nossos países cooperam continuada e construtivamente na ONU  através do “G20”, da Organização Mundial do Comércio e, é claro, com o BRICS.
Acabamos de assinar com o Presidente do Brasil a declaração conjunta sobre o diálogo de política externa estratégico. Ele fornece um maior nível de coordenação dos esforços de nossos países em novos desafios e luta contra ameaças como o terrorismo, sempre apoiando a paz e sua estabilidade.
Concluindo, eu gostaria de agradecer ao Sr. Temer e todos os nossos colegas brasileiros pelas extensas negociações em andamento convencido de que os resultados contribuirão para um maior aprofundamento da parceria russo-brasileira.
Obrigado pela sua atenção.

MICHEL TEMER: Senhor Presidente! Membros das delegações brasileiras e russa! Senhoras e Senhores!
Estou feliz em dizer que me causa grande felicidade estar na Federação Russa a convite do presidente Putin.
Apenas a alguns minutos atrás tive uma extensa conversa com o presidente Putin onde renovamos nosso compromisso com a manutenção e desenvolvimento da parceria estratégica existente entre os dois países.
O Brasil é consciente do papel que a Rússia desempenha no cenário internacional, particularmente no âmbito do “G20” e no “BRICS”. Podemos também nos orgulhar da rica história da Rússia e honrar a memória dos soldados russos que deram suas vidas para assegurar a vitória dos aliados, na Segunda Guerra Mundial, contra o fascismo.
Temos também laços muito fortes no campo da cultura. E devo dizer que a cultura russa em sua presença no Brasil é muito perceptível. Ainda recentemente, na noite passada, nós, juntamente com o Sr. Putin fomos ao Teatro Bolshoi onde assistimos a um espetáculo de balé. Nomes como Dostoiévski e Tchaikovsky tornaram-se integrantes do nosso panorama cultural.
Durante as conversações, eu disse ao presidente Putin que esforços estão sendo feitos para a modernização da economia brasileira e reafirmamos nosso compromisso com a reforma política. O Brasil, assim como a Rússia, segue o caminho do crescimento econômico.
Assim como o Brasil, a Rússia tammbém tem sido capaz de controlar a inflação, e vamos continuar a seguir este caminho.
Este é um resumo dos acordos que acabamos de assinar: a expansão do comércio bilateral, o aumento de investimentos e o aprofundamento do diálogo político.
O Presidente Putin e eu concordamos que ainda temos potencial inexplorado para o comércio bilateral. Basta dizer que, nos primeiros cinco meses deste ano, o comércio bilateral entre os dois países aumentou 40 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.
Mas a nossa frente ainda temos terreno a caminhar. Como eu disse ontem aos empresários russos em um fórum de negócios, há uma sala muito grande para investimentos russos no Brasil.
Também falamos sobre os temas da agenda internacional. Concordamos que as instituições internacionais devem ser mais eficazes. Nós também trocaram pontos de vista sobre temas da atualidade, incluindo a paz e a segurança internacionais.
Trocamos opiniões sobre a cooperação em áreas-chave de interesse mútuo. Nós concordamos que é preciso colocar a parceria estratégica a serviço do progresso em nossas relações. Nós apreciamos essa experiência de criar uma estação no Brasil do sistema russo GLONASS.
Aproveitei a oportunidade para desejar sucesso de Putin na Copa do Mundo em 2018. Não tenho dúvidas de que a Rússia será capaz de preparar tudo até a data prevista. Eu acho que a Copa do Mundo na Rússia será tão bem sucedida como a Copa do Mundo no Brasil.
Nossa seleção de futebol se qualificou nas eliminatórias e estaremos aqui para a próxima Copa do Mundo em 2018. Eu acho que isso vai ser uma grande festa para os brasileiros e russos. Quem sabe, talvez nossas equipes se encontram na final da Copa do Mundo.
Ao longo de vários anos fui apenas o vice-presidente brasileiro buscando uma cooperação de alto nível. Agora, sei que juntos podemos fazer um trabalho ainda melhor para o benefício dos nossos povos.
Putin, tenho a certeza de que hoje nós fizemos com você um grande acordo para esse futuro. 
Mais uma vez eu quero agradecer pela recepção a mim e membros da minha delegação. Estaremos de volta ao Brasil ainda mais confiantes no futuro.

¹ (a Rosneft iniciou em 13/2/2017 sua primeira campanha de perfuração no Brasil. Hoje, a Rosneft tem sete planos de avaliação da descoberta em curso na Bacia do Solimões. Os compromissos preveem nove perfurações de avaliação até 2022. A petroleira russa opera 16 blocos no Solimões.)
²  (Gazprom é uma empresa de energia russa. É a maior empresa da Rússia e é a maior exportadora de gás natural do mundo o que lhe confere a décima quinta posição no ranking das maiores empresas mundiais. Sua sede está localizada no Rio de Janeiro. A empresa está interessada nos fornecimentos de GNL ao Brasil, nas importações de equipamento brasileiro para instalações de extração de gás em plataformas marítimas, bem como na participação da construção de armazéns para guardar o GNL.)
³  (é uma empresa russa de construção de máquinas de sistemas de energia sediada em São Petersburgo que adquiriu, em 2015, 51% das ações da indústria de máquinas catarinense Fezer S/A Indústrias Mecânicas. A compra faz parte da estratégia russa de regionalizar a produção de turbinas hidráulicas no Brasil e organizar sua montagem e vendas na região, além de alinhar a direção de projetos e serviços de manutenção de equipamentos para hidrelétricas. A companhia espera manter os países latino-americanos como clientela prioritária em construção de maquinário energético. Somente no Brasil, planejam-se construir e renovar plantas hidrelétricas que somarão 30 gigawatts até 2021.
¹¹  (companhia estatal da Federação Russa, responsável pelo complexo energético nuclear do país. Tem sua sede em Moscou)
¹²  (em abril deste ano, a agência espacial russa Roscosmos lançou um sistema optoeletrônico para detecção de lixo espacial no Observatório do Pico dos Dias, no sudoeste de Minas Gerais, em um projeto implementado a partir do acordo firmado em 21/11/1997 entre a Rússia e o Brasil – Cooperação na Exploração Espacial para Fins Pacíficos. O sistema no Brasil é a primeira estação de monitoramento do espaço russa que funcionará fora de seu território, e permite detectar automaticamente objetos espaciais (entre eles, naves, resíduos e detritos espaciais), determinar coordenadas angulares e processar dados. O complexo no Brasil faz parte de uma rede de sistemas optoeletrônicos da Roscosmos cujo objetivo principal é evitar que naves espaciais em operação colidam com lixo espacial.
¹³ (é um Sistema de Navegação Global por Satélite – GNSS atualmente um dos dois únicos sistemas operacionais que tem sido utilizado como uma alternativa ao sistema NAVSTAR/GPS já que este, sendo controlado pelo EUA e não possuindo garantias de operação, pode ser desativado ou ter seu sinal degradado conforme a conveniência do país).
²¹ (é a primeira e maior base de lançamentos de foguetes do mundo. Está em operação desde a década de 1950, sendo a princípio uma base de lançamento de mísseis de longo alcance, entretanto com o florescer da Guerra Fria tornou-se uma base tecnológica dirigida por interesses da União Soviética para a conquista do espaço).
²²  (Fundação S
kolkovo é uma organização na Rússia encarregada de criar o centro de inovação Skolkovo, que por sua vez é uma emergente área de negócios de alta tecnologia implantada no Instituto Skolkovo de Ciência e Tecnologia , uma universidade privada de pesquisa em Skolkovo, Oblast, Moscou, Rússia.)

TEMER: The Brazilian Godfather

Posted in #FORATEMER, BRASIL, POLÍTICA by dibarbosa on 17 de junho de 2017

M. Temer é o Poderoso Chefão, diz: Joesley

Joesley Batista afirmou que Michel Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil

Essa é a maior e mais perigosa organização criminosa deste país, liderada pelo presidente

A revista Época publicou uma entrevista com Joesley Batista da JBS onde ele afirma que Michel Temer é um homem perigoso.

LEIA O RESUMO:

Conheci Michel Temer através do ministro Wagner Rossi, em 2010 e foi logo me pedindo dinheiro. Passamos a nos falar muito via celular e começamos a nos encontrar em todos os lugares. Ficamos íntimos, mas era apenas uma relação institucional que favorecia a ambos. Fiz muitos esquemas com ele que renderiam propina.” 

“Michel Temer sempre me chamava para conversar e pedir dinheiro para ajudar pessoas ligadas a ele – os mensalinhos. Uma vez ele me chamou e me apresentou o Yunes me pedindo para ajudá-lo.
Temer era cara de pau. Ele até tentou fazer com que eu pagasse o aluguel do escritório dele na praça Pan-Americana, em São Paulo, mas o desconversei e ele se mancou. Uma vez, Michel Temer chegou dizendo: “Eu preciso viajar, você tem um avião, me empresta aí”.

“O peemedebista também brigava por causa de dinheiro. Quando descobria que alguém tinha ganho ele queria também. O Eduardo Cunha se referia a ele como seu superior hierárquico. Primeiro, se Lúcio Funaro não conseguia resolver algo, pedia para Cunha que por sua vez pedia para o Michel. Meu acerto era com Lúcio, o de Lúcio era com Eduardo e o do Eduardo era com o Michel. Mas depois comecei a tratar uns negócios direto com o Eduardo, em 2015 quando ele assumiu a presidência da Câmara.”

Eu morria de medo de eles encamparem o Ministério da Agricultura porque o achaque ia ser grande. Eles tentaram, mas graças a Deus mudou o governo e eles saíram. Quando Eduardo tomou a Câmara foi achaque pra todo lado em nome da Câmara e do próprio Michel com o estilo de entrar na vida de quem quer que fosse sem ser convidado. Essa era a lógica dessa Orcrim. Lúcio Funaro e Eduardo Cunha mentiam falando que surgiam CPI’s que iam me convocar e pediam dinheiro, de 1 a 5mi, para barrarem, mas eu  descobria que era algum deputado a mando deles. Eu tinha que tomar cuidado. Essa é a maior e mais perigosa organização criminosa deste país, liderada pelo presidente.”

“Temer é o chefe da Orcrim da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique, Padilha e Moreira. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles. Por outro lado, se você baixar a guarda, eles não têm limites. Então meu convívio com eles foi sempre mantendo à meia distância: nem deixando eles aproximarem demais nem deixando eles longe demais. Para não armar alguma coisa contra mim. A realidade é que esse grupo é o de mais difícil convívio que já tive na minha vida. Daquele sujeito que nunca tive coragem de romper, mas também morria de medo de me abraçar com ele.”

“Virei refém. Combinei quando já estava claro que eles seriam presos, no ano passado. O Eduardo me pediu R$ 5 milhões. Disse que eu devia a ele. Não devia, mas como ia brigar com ele? Dez dias depois ele foi preso. Eu tinha perguntado para ele: “Se você for preso, quem é a pessoa que posso considerar seu mensageiro?”. Ele disse: “O Altair procura vocês. Qualquer outra pessoa não atenda”.  Passou um mês, veio o Altair. Meu Deus, como vou dar esse dinheiro para o cara que está preso? Aí o Altair disse que a família do Eduardo precisava e que ele estaria solto logo, logo. E que o dinheiro duraria até março deste ano. Fui pagando, em dinheiro vivo, ao longo de 2016. E eu sabia que, quando ele não saísse da cadeia, ia mandar recados.”

“Com o Funaro foi parecido. Perguntei para ele quem seria o mensageiro se ele fosse preso. Ele disse que seria um irmão dele, o Dante. Depois virou a irmã. Fomos pagando mesada. O Eduardo sempre dizia: “Joesley, estamos juntos, estamos juntos. Não te delato nunca. Eu confio em você. Sei que nunca vai me deixar na mão, vai cuidar da minha família”. Lúcio era a mesma coisa: “Confio em você, eu posso ir preso porque eu sei que você não vai deixar minha família mal. Não te delato”.

“Eles cumpriram o acerto sempre me mandando recados: “Você está cumprindo tudo direitinho. Não vão te delatar. Podem delatar todo mundo menos você”. Mas não era sustentável. Não tinha fim. E toda hora o mensageiro do presidente me procurando para garantir que eu estava mantendo esse sistema. Geddel era o mensageiro. De 15 em 15 dias era uma agonia terrível. Sempre querendo saber se estava tudo certo, se ia ter delação, se eu estava cuidando dos dois. O presidente estava preocupado. Quem estava incumbido de manter Eduardo e Lúcio calmos era eu.

Governo brasileiro comparado a Nazismo em texto de professora

Posted in BRASIL, Fora Temer, OPINIÃO, PENSAMENTO, PROTESTOS NO BRASIL, VERGONHA DE SER BRASILEIRO by dibarbosa on 13 de junho de 2017

Reformas  de Temer subjugam nosso povo assim como os alemães humilharam os judeus na segunda guerra

UrbsMagna     

   As intenções das reformas do governo de Michel Temer,  incidentes sobre as classes básicas da população brasileira, são comparáveis  a algumas práticas nazistas da época da segunda grande guerra, de acordo com a professora Alessandra Vieira que apresenta a ideia no belo texto abaixo:

Os nazistas mantinham os judeus em fome constante. Assim, os judeus se ocupavam apenas de uma única tarefa durante o dia todo: procurar alimento, sobreviver, matar a fome imediata e urgente. Não tinham tempo e nem energia para organizar conspirações, rebeliões e planos de fuga. A vida se resumia a uma luta individualista, egoísta e solitária pela mera subsistência.

De modo análogo, a maioria dos brasileiros se ocupa apenas da sobrevivência e da dura conquista do básico: moradia, comida, escola e saúde. E mesmo os poucos que conseguem manter esse básico (especialmente a classe média) não têm tempo para se preocupar com mais nada: acordam muito cedo, trabalham mais de 8 horas, retornam exaustos, assistem o Jornal Nacional e vão dormir para reiniciar a labuta no dia seguinte. A vida se resume a uma luta individualista, egoísta e solitária pela manutenção do básico. E as TVs, os jornais e revistas reforçam e martelam diariamente essa ideologia do individualismo e do trabalho maquinal: pense apenas em você; invista apenas em você; é cada um por si; não reclame, trabalhe; não seja vagabundo, trabalhe até o fim da vida; sempre foi e sempre será assim; com esforço você conseguirá vencer; a meritocracia fará você vencer; os sindicatos não servem pra nada; a política não presta; o coletivismo é um sonho; o socialismo morreu; os empresários vão melhorar sua vida; o capitalismo selvagem e sem grilhões é o futuro. E tudo isso é mostrado ao público através de um lustro acadêmico e profissional. A propaganda é tão intensa e tão bem feita que poucos conseguem perceber a grande farsa que existe por trás dessa forma de pensar.

Diante desse cenário, a grande maioria dos brasileiros pouco se importa se o país está passando por um golpe de estado, se os direitos humanos já foram pro vinagre, se não existe mais democracia, se a constituição foi rasgada, se existe prisão política, se haverá uma ditadura militar, se os pobres da cracolância estão sendo tratados como lixo. Para quem a sobrevivência é a única preocupação, essas questões parecem supérfluas, um luxo desnecessário que só se justifica em países ricos. Tudo isso se apresenta como uma névoa de acontecimentos, um falatório confuso, um ruído de fundo na vida cinzenta e maquinal dos trabalhadores.

Querer que essa multidão de autômatos se levante para lutar pela democracia é ser totalmente irrealista, romântico e ingênuo. A grande massa de trabalhadores sem sindicatos, desorganizados e desinformados, apenas perceberão que algo mudou no país quando forem terceirizados, quando não mais tiverem direito a férias e décimo terceiro, quando a carga de trabalho aumentar e o salário diminuir, quando descobrirem que não irão mais se aposentar. A grande massa de trabalhadores não aprende pela informação (pois a única informação que possui vem de seus algozes), aprende pela prática do dia-a-dia. Quando a grande massa de trabalhadores descobrir que tudo mudou, já será tarde demais para mudar.

CPI da Previdência revela irregularidades

Posted in #FORATEMER, BRASIL, ECONOMIA, Fora Temer, POLÍTICA, PROTESTOS NO BRASIL, VERGONHA DE SER BRASILEIRO by dibarbosa on 12 de junho de 2017

Se as contribuições fossem repassadas corretamente, não haveria rombo, mas sim um superávit de R$ 11 bilhões

O problema é de Gestão e não de Reforma

“Já detectamos possíveis desvios e desmandos na gestão da Previdência”

Paulo Paim

A crise do governo Temer após delações da JBS deu mais força à CPI da Previdência, disse o senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da comissão. A CPI já apontou várias Empresas devedoras, desonerações e contribuições sociais que não seriam utilizadas em outras finalidades que não a Seguridade Social. Segundo Paim, a Reforma da Previdência não resolve os problemas. Em 2015, mais de 46 bilhões em contribuições previdenciárias de empregados não foram pagos pelas empresas à União. E entre 2012 e 2015 os empregadores deixaram de pagar mais de 108 bilhões. A cifra é conhecida pelo governo porque é declarada. “A CPI trará à luz a realidade da Previdência. O problema é de gestão e não de ‘reforma”, disse o senador.

Ainda, a CPI evidenciou que a dívida ativa da União já soma 1,8 trilhão sendo 400 bilhões com a Previdência. “O desvio desse dinheiro do caixa da Previdência transformaria o rombo que o governo alega existir em superávit”, afirmou Paim apoiado pelo presidente da Associação Nacional de Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), Vilson Romero, que acrescentou que as receitas que deveriam ser destinadas à Seguridade são usadas para pagar a dívida pública. Se as contribuições fossem repassadas corretamente, não haveria rombo, mas sim um superávit de R$ 11 bilhões. “A impressão que dá é que existe um ‘pacto’ com devedores”, disparou o senador.

Com a delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, o governo Michel Temer começa a perder apoio na base aliada. Mas o governo federal está blindando Henrique Meirelles, ministro da fazenda, para dar continuidade às reformas Trabalhista e da Previdência.

SOBRE A CPI DA PREVIDÊNCIA
A instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência Social no Senado Federal deu-se em 26/04/2017 e representa um grande passo rumo à rejeição do texto da “reforma” da Previdência na casa legislativa ao desconstruir a farsa sobre o suposto “déficit” previdenciário abrindo as portas para apuração de denúncias de sonegação contra a Previdência Social. O senador Paulo Paim (PT-RS) foi quem a protocolou em 21/03/2017.
A CPI tem como objetivo investigar as contas da Previdência Social, identificar prováveis desvios de recursos e apresentar o real quadro relacionado à saúde financeira do sistema. De acordo com os envolvidos, são 500 a 1000 os maiores devedores do sistema previdenciário brasileiro. A cada quatro anos, R$ 100 bilhões desaparecerem dos setores que arrecadam dos trabalhadores e não são repassados à previdência.
As audiências públicas da CPI da Previdência ocorrem todas as terças-feiras, às 14h00, e, ocasionalmente, às quintas-feiras. A CPI elegeu a seguinte composição: Presidente: senador Paulo Paim (PT/RS), Vice-presidente: senador Telmário Mota (PTB-RR), Relator: senador Hélio José (PMDB-DF),

Wikileaks: Golpe tira Brasil do BRICS

Posted in BRASIL, BRICS, EUA, POLÍTICA by dibarbosa on 11 de junho de 2017

EUA quis nos afastar da China e TEMER foi informante

Julian Assange e imagem de Temer e Serra recepcionados por John Karry nos EUA

RELEMBRANDO:
Quando presidente, Dilma Rousseff, denunciou a espionagem da NSA contra o Brasil como “uma violação do direito internacional” em discurso da Assembléia Geral e propôs que a ONU estabelecesse diretrizes legais para impedir que o ciberespaço fosse usado como arma de guerra. John Kerry, na época Secretário de Estado do Governo Barack Obama, posteriormente apareceu em fotografia que confirmou a intimidade com os políticos brasileiros Michel Temer e José Serra (o boca de chupa ovo, segundo Janaína Paschoal).

Durante o governo de nossa ex-presidenta afastada, o fundador do Wikileaks, Julian Assange, disse que Temer forneceu informações estratégicas sobre o Brasil à embaixada norte-americana, em troca de apoio dos Estados Unidos ao golpe parlamentar de 2016. Entretanto, a Secretaria de Imprensa da Presidência da República afirmou que isso jamais aconteceu e que o pior presidente de nossa história (abaixo de 90%) jamais compareceu a nenhuma embaixada para tratar desses assuntos. Mas Assange insiste que Michel Temer teve reuniões privadas na embaixada americana onde entregou informações valiosas.

Hoje sabemos que o governo americano da época de Barack Obama, com John Kerry no cargo de secretário de Estado, apoiou três golpes recentes na América do Sul que foram, consecutivamente em Honduras, Paraguai e finalmente no Brasil. Por este motivo, Temer e Serra torceram por Hillary Clinton na disputa do ano passado.

Esquerdistas concluem que o apoio americano pode de fato ter ocorrido com o fim de ganhar a confiança do Brasil e ampliar a parceria econômica com os Estados Unidos, afastando nosso país da República Popular da China numa tentativa de frear sua ascenção como potência mundial. Além disso, muitas empresas estariam na lista entreguista de José Serra.

Reforma Trabalhista avança no Senado

Posted in #FORATEMER, BRASIL, Fora Temer, POLÍTICA, PROTESTOS NO BRASIL by dibarbosa on 6 de junho de 2017

Conheça os senadores que votaram contra e a favor do texto

Mesmo com a maioria dos parlamentares criticando o projeto, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou por 14 votos a 11 o relatório sobre a reforma trabalhista e o texto segue para Comissões de Assuntos Sociais (CAS) e Constituição e Justiça (CCJ) antes da votação final.

As principais regras

Acordos Coletivos poderão regulamentar jornada de trabalho de até 12 horas dentro do limite de 48 horas semanais com horas extras. Hoje, acordos coletivos somente são previstos na CLT.

Jornada Parcial. Poderá ser de até 30h/sem s/h extra ou de até 26h/sem mais até 06h (caso em  que  o trabalhador terá direito a 30d férias). Hoje, a jornada parcial é de até 25h/sem s/h extra e com direito a férias de 18d.

Parcelamennto das Férias. Em até 03 vezes com períodos superriores a 05d corridos sendo um maior que 14d (férias não poderão iniciar 02d antes de feriados ou no fds). Hoje, férias são parceladas em até 02 vezes sendo um dos períodos igual ou superior a 10d. corridos.
Grávidas e Lactantes. Poderão ter insalubridade de graus “mínimo” e “médio”  desde que apresentem atestado médico. No grau máximo, o trabalho não será permitido. Hoje, não podem trabalhar em locais insalubres.
Contribuição Sindical será opcional. Hoje, é descontada uma vez por ano diretamente do salário.
Trabalho em casa agora será regulamentado como home office. Hoje, não é previsto pela CLT.
Intervalo para almoço poderá ser reduzido a 30min quando houver acordo e o trabalhador poderá sair 30min mais cedo. Hoje,  a CLT obriga 1h.
Trabalhos intermitentes serão permitidos e o empregador terá que convocar o trabalhador com mínimo de 03d de antecedência, sendo a remuneração definida por h/trabalho e com valor igual ou superior à h aplicada no sal. mínimo. Hoje, isso não existe na CLT.
Autônomos poderão ser contratados, porém sem vínculo empregatício. Hoje, em caso de exclusividade e continuidade, a Justiça obriga a indenização como um celetista.

VOTARAM A FAVOR

  1. Garibaldi Alves (PMDB-RN)
  2. Raimundo Lira (PMDB-PB)
  3. Simone Tebet (PMDB-MS)
  4. Valdir Raupp (PMDB-RO)
  5. Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
  6. José Serra (PSDB-SP)
  7. José Agripino (DEM-RN)
  8. Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)
  9. Wellington Fagundes (PR-MT)
  10. Armando Monteiro (PTB-PE)
  11. Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
  12. Sérgio Petecão (PSD-AC)
  13. José Medeiros (PSD-MT)
  14. Cidinho Santos (PR-MT)

VOTARAM CONTRA

  1. Kátia Abreu (PMDB-TO)
  2. Roberto Requião (PMDB-PR)
  3. Gleisi Hoffmann (PT-PR)
  4. Humberto Costa (PT-PE)
  5. Jorge Viana (PT-AC)
  6. José Pimentel (PT-CE)
  7. Lindbergh Farias (PT-RJ)
  8. Otto Alencar (PSD-BA)
  9. Lídice da Mata (PSB-BA)
  10. Vanessa Grazziotin (PC do B-AM)
  11. Ângela Portela (PDT-RR)

Temer só tem algumas horas

Posted in #FORATEMER, BRASIL, Fora Temer, POLÍTICA, VERGONHA DE SER BRASILEIRO by dibarbosa on 5 de junho de 2017

Michel Temer tem que responder questionário até as 16:30h de terça 06/jun

O presidente Michel Temer, através de seu advogado, recebeu da Polícia Federal um formulário contendo 84 perguntas sobre o inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal e tem até amanhã no fim da tarde para respondê-lo ou se manter em silêncio.

O horário para a devolução do questionário será próximo à retomada do julgamento do Tribunal Superior Eleitoral, às 19:00h, quando seus ministros decidirão pela cassação da chapa Dilma-Temer da campanha presidencial de 2014.

O resultado do TSE, caso seja não seja adiado novamente, algum recurso da defesa seja atendido ou, ainda, um dos ministros peça vista para analisar melhor o processo, poderá implicar no afastamento de Temer. Se isso ocorrer, tanto Temer quanto Dilma Rousseff ficarão inelegíveis,  sem poder concorrer a cargos públicos, durante os próximos oito anos.

%d blogueiros gostam disto: