Urbs Magna

‘Selfie’ com a morte de um esquilo

Posted in AMBIENTALISMO, ANIMAIS, EUA, FACEBOOK, FOTOGRAFIA, Imagens, INTERNET, MUNDO, OPINIÃO, TENDÊNCIAS by dibarbosa on 10 de agosto de 2014

esquilo gifAté onde o homem pode chegar para ter seus 15 minutos de fama

Um vídeo de um jovem dando um pontapé em um esquilo do alto do Grand Canyon, nos EUA, foi um escândalo na Internet. O registro é uma prova dos excessos da civilização “selfie” narcisista que tem sede de fama a qualquer custo.

adaptado de Christian Combaz – LeFigaro.fr

O fenômeno “selfie” definitivamente tomou conta do planeta desde sua popularização nas redes sociais. Mas há alguns excessos desta civilização online que tenta descrever, sistematicamente, o mundo todo a partir do primeiro plano de suas fotografias, o que pode revelar sua verdadeira natureza e pecado original. Como entender isso? Antes, os abusos eram apenas pitorescos, como ser fotografado em frente a uma Ferrari, ao lado de algum jogador de futebol ou da rainha da Inglaterra. Até aí, tudo bem. Isso pode dar momentos de glória no Facebook por conta dos elementos decorativos que estão lá para que todos os argumentem. Em uma simples captura, a realidade humana acaba sendo distorcida, encolhida, diminuída, mas o que vemos por trás e em volta do rosto se torna importante para atrair a atenção. Pode ser o Taj Mahal, o príncipe Charles, perigos a que se expõem ou mesmo as violências infligidas, tudo pode caracterizar um “selfie” como único, o que amplia significativamente a sua propagação. Toda esta problemática está mais exposta em uma mesa de discussão da atualidade desde um fato ocorrido no Grand Canyon, quando uma dupla de idiotas encontrou diversão ao chutar pelos ares um pequeno esquilo inofensivo. Isso ocorreu depois de meia dúzia de casos semelhantes, como cães jogados contra as paredes na Itália, um gatinho assassinado por um rapaz de Cingapura que disse à sua vítima: “Você quer viver? Mas eu vou te matar”, e por aí vai. Tudo cuidadosamente filmado para a massa de adolescentes de todo o mundo, quando o autor provavelmente imagina estar produzindo sua glória. No caso do esquilo, parece que uma testemunha foi a origem das imagens e de sua distribuição online, mas o raciocínio continua o mesmo, sendo válido para muitas encenações de crueldade por seu autor. Os chutadores do esquilo serão identificados e aprenderão da maneira mais difícil o quanto custa ignorar pequenas vidas diante do público. Recompensas estão sendo oferecidas a quem informar suas identidades. Quanto à captura em vídeo a que a matéria se refere, não vou linká-la pois meu objetivo não está ligado a qualquer viralização. Se quiserem, busquem na internet onde existe uma infinidade de gravações sobre o assunto. E caso conheça seus autores, por favor apresente seus nomes às autoridades. Você pode embolsar até R$30 mil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: