Urbs Magna

10 alimentos bons para o cérebro

Posted in ALIMENTAÇÃO, SAÚDE by dibarbosa on 19 de janeiro de 2014

1) Dieta mediterrânea é saudável

dieta-mediterranea-beneficios--644x362A saúde de todo o corpo é planejada no escritório do estômago. Os reguladores neurotransmissores do humor e do comportamento são formados com os nutrientes que ingerimos. O cérebro, bem como todo o corpo humano, recebe todos os benefícios de uma dieta equilibrada. O que é bom para o coração é bom para o cérebro. Evite alimentos ricos em gordura animal e açúcar pois aumentam os níveis de colesterol e glicose. O colesterol elevado e diabetes são fatores de risco para doenças como Alzheimer ou AVC.

2) Café, chá verde e chocolate amargo

Para a melhor performance da memória, uma boa xícara de café, de acordo com estudo da “Nature Neurocience”. É estimulante e, na dose adequada, é um alimento neuro-protetor a longo prazo. O chocolate aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro. Mas os dois perdem essa propriedade quando combinado com leite. Enfim, o chá verde também nos ajudar a lembrar melhor. Os três têm cafeína, que permite efeitos cognitivos saudáveis. Também, retardam o envelhecimento cerebral e as doenças neuro-degenerativas.

3) Yogurte: conexão intestino-cérebro

yogur--644x362As bactérias intestinais são o nosso segundo genoma cuja influência sobre o cérebro estamos começando a conhecer e apreciar na atualidade. Elas têm sindo importante para o desenvolvimento de tratamentos contra a obesidade e outras patologias que afetam o nosso humor. Tudo isso está envolvido com a saúde mental e o desenvolvimento do cérebro. Iogurte não ajuda somente a regenerar a flora intestinal. Alguns estudos sugerem que ele também é capaz de melhorar o humor. Não é ótimo?

4) Peixes de pele azulada têm Ômega-3

salmon--644x362O ômega-3 encontrado em peixes oleosos como o atum, sardinha, anchova, salmão, cavala, linguado, entre outros, possuem ácidos graxos que protegem contra as doenças neuro-degenerativas, como a doença de Alzheimer. As gorduras poliinsaturadas ingeridas criam uma barreira que isola o cérebro e equilibra a relação do cérebro com a espinha dorsal. O ômega-3 também é eficaz no retardamento da disfunção cognitiva leve nas fases iniciais. Abandone levemente as carnes vermelhas.

5) Aveia para o equilíbrio dos nervos

Este cereal tonifica o sistema nervoso e ajuda a lidar com os esforços intelectuais. Quando tomado no café da manhã, ajuda no controle do açúcar no sangue e também reduz os níveis de colesterol, dois parâmetros fundamentais para a saúde do cérebro. A aveia também tem um efeito direto sobre o sistema nervoso: é ansiolítico e combate o stress. Tomado regularmente, melhora a concentração e desempenho em tempos de esforço intelectual especial intenso, como no caso de exames públicos.

6) Frutas vermelhas são essenciais

As frutas vermelhas e roxas são muito saudáveis ​​para o cérebro são uma importante fonte de polifenóis, que combatem o stress oxidativo. Estão associadas com um menor risco de doenças cardiovasculares. Comprovadamente são positivas na redução de infecções do trato urinário, além de melhorar a visão e diminuir problemas de audição. O aumento do desempenho cognitivo vêm sendo estudado estando associado com a ingestão regular destas frutas conhecidas por sua beleza e sabor.

7) Soja: contra o declínio cognitivo

Rico em fitoestrogênios, este cereal, velho conhecido da agricultura mundial, se tornou famoso devido às indicações médicas para a prevenção dos distúrbios associados com a menopausa. Mas não é sua única virtude. O consumo regular de soja também ajuda a prevenir a arteriosclerose. Também é eficaz para aliviar o declínio cognitivo relacionado com a idade e melhora a orientação espacial, pelo menos em mulheres, de acordo com estudos recentes. Portanto, a soja é sua aliada, se quer proteger seu cérebro contra o tempo.

8) Hortaliças ricas em sulforafanos

Para evitar derrames, couve-flor, repolho, couve de Bruxelas, nabos ou rúcula, especialmente repolho e brócolis, pois todos contém sulforafano, um antioxidante com propriedades neuroprotetoras. Suas propriedades anti-cancerígenas são comprovadas. O sulfofarano tem efeitos protetores contra a isquemia cerebral, hemorragia, dano cortical ou inflamação. Também ajuda a preservar a integridade da barreira hematoencefálica, cuja integridade começa a ser considerada crucial para as doenças neurodegenerativas.

9) Exercícios: o melhor alimento de todos

Os exercício regulares multiplicam a ação benéfica dos alimentos bons para o cérebro.Tudo o que você leu aqui é uma dica preciosa que faz parte do estilo de vida saudável do Mediterâneo. Atividade física é uma espécie de alimento mágico para o cérebro. Todos os benefícios dos alimentos acima são multiplicados, o que também ajuda a produzir ‘novos’ neurônios, essencial para a sobrevivência de outros, pois estabelecem novas conexões entre si.

10) Comece já mudando seu cardápio

Ler tudo isso é muito legal. Conhecer mais um pouco dos costumes dos povos que têm um padrão de saúde acima da média provoca um entusiasmo muito grande. Mas se você apenas ler isso e não tentar guardar em algum canto da memória, como irá se lembrar depois? Saúde não dura a vida toda. Portanto comece agora. Este é o décimo alimento:

INICIATIVA 

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. MARIA BERNADETE DE FREITAS BATISTA said, on 13 de março de 2014 at 3:15 PM

    Realmente nos esquecemos que a qualidade do que comemos reflete diretamente na nossa saúde! Minha alimentação é saudável, mas tem muito a corrigir!

    Curtir

  2. jair pereira said, on 11 de março de 2014 at 9:59 PM

    muito bom

    Curtir

    • dibarbosa said, on 11 de março de 2014 at 10:08 PM

      Precisamos estar sempre atentos aos produtos ruins que nos são ofertados pela indústria de alimentos. A informação é a melhor maneira de proteger a saúde e aumentar a qualidade de vida.

      Curtir

  3. Silvia Rego said, on 11 de março de 2014 at 6:23 PM

    Muito bom,tenho um certo conhecimento a respeito,mas preciso colocar muita coisa em pratica.

    Curtir

    • dibarbosa said, on 11 de março de 2014 at 6:29 PM

      Se o ser humano pudesse vencer a “mágica” da indústria alimentícia, elevaria excepcionalmente a qualidade de sua relação com o corpo e a mente.

      Curtir


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: